Publicidade
O Currículo pronto é a maneira correta de se candidatar a uma vaga de emprego.
currículo pronto
Porém, como preenchê-lo? Que dados não podem faltar no momento de entregar?

Um recrutador busca perfis de profissionais que se alinhem aos objetivos da empresa e dentro dessa procura, o primeiro passo é a análise de currículos.

Publicidade

Assim, é fundamental elaborar essa apresentação de forma atrativa.

A estrutura certa para organizar suas informações pessoais, escolaridade, qualidades e o histórico profissional.

Publicidade

A vantagem do currículo é a de consolidar esses dados e facilitar a leitura dos recrutadores no momento da verificação.

Continue a leitura para saber mais sobre o Currículo pronto e como preenchê-lo.

Currículo pronto: Como preencher?

O Currículo pronto tem uma estrutura padrão, que consiste nos seguintes pontos:

  • Pontuar alguns dados pessoais
  • Mencionar seus objetivos para fazer parte da empresa
  • Vida educacional
  • Listar sua trajetória de trabalho
  • Listar competências
  • Listar alguns diferenciais.

O currículo é uma espécie de documento que reúne informações básicas de uma pessoa.

Normalmente é solicitado em processos de seleção para um trabalho, ou bolsas estudantis, por exemplo.

Tudo deve ser descrito objetivamente, essa característica é importante, pois, os recrutadores têm muitos currículos para analisar e serão atraídos por aqueles que estão melhor organizados.

Outro ponto é definir um esquema adequado para distribuição das informações.

É o tipo de vaga que orienta qual formato utilizar, as estruturas de currículos são:

  1. Cronológica – Tem foco na apresentação de todas as experiências profissionais do candidato. São citadas as antigas e as mais recentes. É comum o modelo cronológico ser usado numa disputa de vaga acadêmica, por exemplo
  2. Funcional – Aqui o foco é mostrar o conhecimento que o candidato tem com determinada função. Neste caso, o currículo serve para organizar dados similares ao da vaga disputada
  3. Misto – É o tipo de currículo mais popular, pois une aspectos dos outros dois formatos. A ideia é dispor as informações cronologicamente e alinhadas com o perfil do cargo.
A partir de todos os pontos mencionados acima, o preenchimento do currículo segue as etapas abaixo:

  • Dados pessoais: nome, endereço, contatos, etc. São essas informações que entram nesse campo. Não se coloca números de CPF, por exemplo. Em alguns processos se solicita a inclusão de redes sociais e uma fotografia
  • Objetivos: aqui é possível incluir apenas a área de atuação que deseja trabalhar. Contudo, em alguns casos o recrutador quer conhecer seus propósitos. Então, um texto de duas a três linhas é o suficiente
  • Escolaridade/Formação acadêmica: o nível educacional é uma das partes mais importantes do currículo. Liste as instituições que estudou, além do período e o tipo de formação (graduação, médio, pós, etc.)
  • Experiências profissionais: também deve caprichar nessa etapa. O recrutador vai observá-la e possivelmente pode entrar em contato com os antigos empregadores. Siga a ordem cronológica para organizar, sempre da mais recente até a mais antiga
  • Habilidades/Competências: inclua qualidades profissionais que ajudem a reforçar seus diferenciais. É uma oportunidade para mencionar um idioma que você domina
  • Informações complementares: espaço para descrever participações em programas de voluntários, ou extensões universitárias, além da realização de cursos livres, por exemplo.

Modelo pronto para entregar

É preciso todo cuidado na preparação do currículo, a atenção deve focar em pontos como:

  • Redação – Erros de português são observados pelos recrutadores. Então, escreva o currículo seguindo a ortografia e gramática de acordo com as normas. Nunca envie sua apresentação sem revisão
  • Fonte – O padrão é escolher fontes Arial ou Time News Roman, no tamanho 14 para os subtítulos e 12 para o texto com as informações. No entanto, atualmente existem formatos que utilizam outras fontes e misturam algumas cores para destacar os dados
  • Formato de arquivo – Se você enviar por e-mail, o ideal é que o arquivo esteja em PDF
  • Páginas – A orientação é que condense todos os dados para caber numa página de A4, no máximo duas. Isso pode variar se o processo de seleção exija que apresente todas as suas informações profissionais, por exemplo.

Lembre-se de que todos os dados têm de ser verdadeiros, não minta na elaboração do seu currículo.

Tudo pode ser verificado e você passar por constrangimento durante a entrevista.

Publicidade

Utilize sempre que possível o Currículo pronto, ele pode te ajudar na hora da seleção para uma vaga de emprego.

Acompanhe mais dicas sobre currículos no nosso blog!

Publicidade