Publicidade
O concurso PRF sempre é uma chance de ingressar numa carreira sólida dentro do serviço público.
concurso prf
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) periodicamente renova o seu quadro de policiais, bem como de outras áreas administrativas.

É a possibilidade para muitos que desejam trabalhar numa das principais instituições públicas do país e de garantir remunerações e vantagens das melhores.

Publicidade

Continue a leitura para saber mais sobre o concurso PRF.

Concurso PRF: Como funciona?

O mais recente concurso PRF disponibilizará ao todo 1.500 vagas, 300 foram destinadas a candidatos negros e 75 para PCD (Pessoa com Deficiência), as demais ficaram para ampla concorrência.

As atribuições para esse cargo são divididas em 4 classes:

  • Terceira Classe – Fiscalização e patrulhamento de vias
  • Segunda Classe – Atuar no controle administrativo, mas também pode realizar serviços da 3ª classe
  • Primeira Classe – Funções ligadas ao planejamento e coordenação, tanto do controle operacional e quanto do administrativo
  • Classe Especial – Atividades de gestão e supervisão de natureza policial e administrativa.

A jornada de trabalho estipulada é de 40 horas semanais e o candidato aprovado é deslocado para qualquer uma das bases da PRF no território nacional.

A trilha a percorrer é disputada, as fases do concurso são as seguintes:

Publicidade

  1. Prova objetiva – São 120 questões de conhecimentos gerais e específicos. Essa avaliação tem caráter eliminatório e classificatório
  2. Prova discursiva – Necessário produzir um texto dissertativo de até 30 linhas. Equivale a 20 pontos
  3. Exame de aptidão física – Somente realiza o candidato aprovado nas provas. São realizados 5 testes: flexão em barra fixa, shuttle run, impulsão horizontal, flexão abdominal e corrida de 12 minutos
  4. Avaliação psicológica – Aqui são analisados os seguintes aspectos: personalidade, raciocínio e habilidades específicas
  5. Apresentação de documentos – A documentação deve ser entregue antes da investigação social. Dentre o exigido estão diplomas, CNH, comprovante de residência, CPF, RG, etc.
  6. Avaliação de saúde – Essa é uma etapa que só aqueles aprovados no exame de aptidão física farão. Uma profunda análise clínica e laboratorial é realizada
  7. Avaliação de títulos – Depende da aprovação nas fases anteriores. Serve para atribuir uma classe. A ordem de pontuação (do maior para o menor) é: doutorado, mestrado, pós-graduação, exercício em cargo público
  8. Investigação social – Última etapa, mas eliminatória. Consiste na verificação do comportamento social e integridade moral do candidato.

Havendo empates ao longo dessas avaliações, o edital do concurso estabelece alguns critérios de desempate.

Já aqueles classificados seguem para o Curso de Formação Policial, as fases também são eliminatórias.

A principal vantagem do concurso é a estabilidade, o subsídio inicial é de R$ 9.899,88 (valor informado em 2021) e são oferecidos benefícios como:

  • Auxílio-creche
  • Vale-transporte
  • Vale-alimentação
  • Seguro saúde (reembolso por dependente)
  • Para que atuar em área fronteiriça é pago o Auxílio Fronteira.

A jornada de trabalho também pode ser estabelecida em regime de plantão, isso possibilita uma flexibilidade na rotina familiar do policial.

Conteúdo programático do concurso

A prova objetiva é dividida em 3 blocos:

  • Bloco I – Língua portuguesa, raciocínio lógico-matemático, informática, física, ética e cidadania, geopolítica, língua estrangeira (espanhol ou inglês)
  • Bloco II – Legislação de trânsito
  • Bloco III – Direito administrativo, direito constitucional, direito penal, direito processual penal, legislação especial e direitos humanos.

Na mais recente seleção a avaliação foi aplicada pelo Cebraspe, o exame foca em verificar o nível de habilidades e conhecimento dos candidatos.

No bloco I estão concentradas disciplinas descritas como conhecimentos básicos, há nos blocos II e III estão assuntos mais específicos, ou seja, essenciais para seguir na carreira de policial.

Essa divisão também serve como ponto de corte e critério de desempate, de acordo com o edital, por exemplo, estarão automaticamente reprovados os candidatos que:

  • Tirar menos de 15 pontos no Bloco I
  • Tirar menos de 10 pontos no Bloco II
  • Tirar menos de 10 pontos no Bloco III.

Na soma total serão eliminados aqueles que não alcançarem 50 pontos.

Sobre a prova discursiva, o candidato é eliminado se obtiver nota menor que 10 pontos ou zerar.

É preciso se preparar bastante para conquistar aprovação no Concurso PRF, observe as notícias sobre os próximos editais, estude e boa sorte.

Publicidade

Quer mais opções de concursos? Continue navegando no nosso blog!

Publicidade